Especial: Lua de Mel econômica

agosto 30, 2013


Não está fácil pra ninguém: quase todo mundo um dia passa por épocas de vacas magras. É comum que gastemos um pouco mais do que o planejado com as despesas de todo o casamento e, por isso, muita gente desiste de sonhar com a Lua de Mel.

Esses dias mesmo, gente, estava conversando com uma amiga e ela comentou que gastou tanto com o casamento que precisou cancelar a viagem com o noivo e a filha pequena. Poxa vida, pensei, mas por que?!

Acho a Lua de Mel tão necessária quanto o próprio evento em si, meninas. Justamente porque é a época que você precisa extravasar a tensão, comemorar a sua felicidade, descansar depois de todo o trabalhão! Conhecer um novo lugar, tirar uns dias de folga ou férias, relaxar, curtir o novo momento, agradecer a transição e namorar muuuuito são formas de liberar todo esse nervosismo e ajudar a manter o equilíbrio emocional.

Ainda que mais modestamente, não deixe de viajar! Se vocês conseguirem manter tudo como planejado, não terão surpresas e poderão seguir à risca o orçamento. E, se o orçamento já for baixo, também não precisa se desesperar! Montamos um especial para aqueles que estão com os bolsos pedindo socorro e ainda assim não desistiram do grande sonho!



 HOSPEDAGEM

Muitas pessoas ainda não se acostumaram com os benefícios da era digital. Além de mais barato e com possíveis promoções online, até o próprio booking pela internet é cheio de surpresas boas.

Antes de decidirem se vale a pena ir para determinado destino, vale a pena pesquisar na internet os comentários dos turistas sobre o local. O Mochileiros e o Trip Advisor são dois aliados muito fortes nessa jogada: são cheios de resenhas e opiniões sobre países, cidades, ruas, baladas, restaurantes e tudo mais! A malandragem é procurar por palavras como "sujo", "problema", "atendimento" pra ver quais são as reclamações do povão.

Santa ajuda:

VENERE.COM

Ótimo para achar hotéis baratos na Europa. É equipado com mapas que facilitam a busca por bairro. A classificação dos hotéis mostra o estilo de viajar europeu, que não liga para luxos, mas preza a localização.

HOTWIRE.COM 

Este site aluga os quartos ociosos a preços que os hotéis não ousam divulgar na internet. A reserva é meio blind date: a escolha é feita por categoria e localização aproximada, e só vai saber qual o hotel depois da reserva. As diárias são debitadas no cartão, e não têm possibilidade de reembolso.

Se você preferir, pode também ficar em Hostels, que hoje já contam com camas e quartos de casal. O ponto positivo é que a maioria dos hotels tem seus próprios bares e restaurantes e isso ajuda bastante na hora de chorar um descontinho nas refeições.
Santa ajuda:

HOSTELWORLD.COM

Site especializado em resenhas, pesquisas e reservas de hostels.

Há aqueles que não ligam para o local de hospedagem, estão mesmo preocupados com a localização e com toda a diversão da viagem. Para estas pessoas, eu indico os Clubes de Hospedagem. O hospitality club, por exemplo, é uma rede social para os viajantes: você se cadastra e tem a oportunidade de se hospedar de graça. Todo mundo que participa é constantemente avaliado, o que garante um pouco mais de segurança.

Santa ajuda:

HOSPITALITYCLUB.ORG

Também há a possibilidade de alugar um apartamento durante o período da sua viagem — que garante além de toda a diversão da viagem, a possibilidade de se sentir um morador do local. 
Santa ajuda:

Como alugar um apartamento no exterior



TRANSPORTE

Vá de ônibus ou metrô. São super baratos e são conhecidos como os verdadeiros low-cost universais. Alguns países têm preços mínimos para transportes públicos e contam com conforto e segurança.

Santa ajuda:

Eurolines 

Site de passagens de ônibus na europa.

Trem europa

Passagens de trem na europa.


REFEIÇÕES

Comer bem não significa ir a restaurantes caros. Se possível, prefira hospedagem que inclua café da manhã — será menos um gasto na sua vida. O almoço geralmente sai mais barato do que o jantar, então procure pratos executivos. Para a conta sair melhor ainda, dispense o couvert. Procure fugir dos centros comerciais e lugares que bombam, pois nestes lugares o prato sairá mais caro. Às vezes vale mais a pena andar um pouquinho a mais (que você aproveita para conhecer o local) do que perder tempo e dinheiro em um local mais caro.



Aproveitem as dicas e me contem se deu certo!

Não deixem de seguir o Respira e Casa:




You Might Also Like

0 comentários

About Me

Like us on Facebook

Popular Posts